A Academia de Letras de Maringá (ALM) foi criada nesta data, sucedendo a União dos Escritores de Maringá (UEMA). Idealizada como espaço de valorização da língua e, sobretudo, de escritores nativos, a ALM contou com o protagonismo do então Presidente da Academia Paranaense de Letras, Túlio Vargas, para sua fundação. Com 40 cadeiras, homenageando vultos da literatura nacional como patronos, a ALM teve como primeiro presidente o Sr. Galdino Andrade, sendo empossada oficialmente em 22 de maio de 1998 no auditório Hélio Moreira.

Funcionando inicialmente na Biblioteca Municipal Bento Munhoz da Rocha Netto, a ALM migrou para a Câmara Municipal de Maringá, onde permaneceu até 2001. De 10 de junho de 2001 a 06 de novembro de 2005 esteve no Hotel Deville e, de 2006 até a atualidade no Bristol Metrópole Hotel. A Academia de Letras de Maringá promove desde 2002 o concurso literário “Cidade de Maringá”, incentivando novos escritores e, desde 2013, faz o concurso “Antonio Facci”, com o mesmo objetivo. Também já organiza o concurso “Maria, Mariá”, entre outras publicações destacadas como a coletânea de textos de seus integrantes.

Durante estes 20 anos, a ALM teve como Presidentes:

1997/1999 –  Galdino Andrade

1999/2001 – Galdino Andrade

2001/2003 – Antonio Facci

2003/2005 – Antonio Facci

2005/2007 – Antonio Facci

2007/2009 – Antonio Facci

2009/2011 – Olga Agulhon

2011-2014 – Ademar Schiavone

2015/2018 – Jeanette Monteiro de Cnop

2018- Majô Baptistoni